Análises

Análise: Alan Boaventura,   01

dd42fa00de54fc905c189c99f022e4e7

Dados da Obra

 

Título: Loch

Artista: Marcelo Tinoco

Data: 2012

Técnica: Impressão digital em papel de algodão

Esta obra me chamou muita atenção, pelos detalhes e cores que o artista utilizou. Apresenta uma sintonia entre o homem ali no meio da mata e os animais envoltos, tanto os cachorros como os patos.

________________________________________________________________________________________________________________________________________

Análise: Alexis Henrique,   02

70245667c8e44578186635c8441a6664

Dados da Obra

 

Título: Renascimento

Artista: Marcelo Tinoco

Data: 1967

Técnica: Jato de tinta em papel de algodão

No primeiro momento, o que chamou minha atenção foi o fato curioso de haver crianças brincando e alegres em um cemitério. Cores vibrantes e a grande riqueza de detalhes, tanto no primeiro plano quanto no segundo. Esse fato que observei em todas as seis obras dele que estavam expostas no museu MASP.

A obra demonstra um ciclo de vidas, o fato das crianças  estarem felizes em um cemitério, demonstra o renascimento.
________________________________________________________________________________________________________________________________________

Análise: Ana Beatriz,     04

a-natureza-da-vida---bosque-central-londrina-madona-2011-de-fernanda-magalhaes-fotografia-colorida-com-laminacao-fosca-e-moldura-caixa-preta-a-obra-esta-presente-na-exposicao-fotobienalmasp-que-137643584

Dados da Obra

 

Título: A natureza da vida

Artista: Fernanda Magalhães

Data: 2011

Técnica: Fotografia colorida com laminação fosca e moldura caixa preta

A obra chamou minha atenção inicialmente, pois mostrava uma mulher totalmente fora dos padrões impostos pela sociedade pousando nua abraçada a um tronco de árvore, logo veio a minha mente que ela estivesse passando a mensagem da conscientização ambiental e que todos deveriam optar por maior contato com a natureza. E realmente era isso que ela queria dizer, porém há diversas outras mensagens por trás desta obra impressionante, uma delas é discutir padrões de estética e a diversidade, pois se fosse uma moça sarada não haveria tanto espanto em relação à obra. Enfim, gostei da obra, pois transmite uma mensagem facilmente perceptível e diferente das demais, brinca com a estética e ao mesmo tempo protesta a favor da preservação ambiental.
________________________________________________________________________________________________________________________________________

Análise: Ana Gabriele,      06

3b0c5ec49ceafb7cf89be8b728cb1678

Dados da Obra

 

Título: Lago dos Patos

Artista: Marcelo Tinoco

Data: 1967

Técnica: Jato de tinta em papel de algodão

A obra me transmite muita alegria, através das crianças se divertindo no parque no meio da neve, e a roda gigante no meio do parque me chama a atenção, pois não é comum. Transmite uma sensação de infância.

________________________________________________________________________________________________________________________________________

Análise: Bruno Henrique,     11

0204 P

Dados da Obra

Título: A cathedral de Salisbury vista do jardim do bispo

Artista: John Constable

Data: 1821

Técnica: Óleo sobre tela

Apresenta dois temas. De um lado, a natureza em seu esplendor (tal como os ingleses preferiam mantê-la, em seu estado livre e sem a geometrização dos jardins franceses). De outro, a presença da cultura simbolizada no resultado da mão do homem que ergueu a catedral. Cultura e natura unem-se aqui esplendidamente. A catedral surge em toda sua grandeza e é impressionante. Não menos poderosa é a natureza. O casala que observa está na fronteira dos dois mundos.

A obra A Catedral de Salisbury Vista do Jardim do Bispo, me interessou devido à união da natureza e da presença cultural caracterizada pela catedral, as cores são suaves e a perfeição dos traços da catedral. As cores suaves e a obra refletem uma sensação de paz e tranquilidade.
________________________________________________________________________________________________________________________________________

Análise: Bruno Ramos,    12

y2pP19qLk6CN-hwJ2mMRiMBkvpY5SrrcI1z02J-a5W1Lp3TtDYW4akkzh2pStIEHn17gztsvZWguFNFV6DlcDKH_3p6LGxjx5t58EDRuT5J0zw

Dados da Obra

Título: O sonho do rei

Artista: Manabu Mabe

Data: 1983

Técnica: Óleo sobre tela
No meu modo de ver esta é uma obra muito interessante, é uma obra abstrata, esta obra me atraiu pelo jogo de cores e ideias que me fazem imaginar o objetivo da obra.

________________________________________________________________________________________________________________________________________

Análise: Denner Henrique,    14            

4dcf0a7d9b521144a4437252b8ced3e3Dados da Obra

 

Título: Canaletto, Veneza

Artista: Marcelo Tinoco

Data: 1998

 

Mistura de Realidade com Ficção. A imagem mostra um homem falando ao telefone celular, que pela imagem, pela época que a imagem mostra, isso ainda não tinha sido inventado. Uma imagem que chama a atenção pelo conjunto da obra, pela beleza, mostra uma cidade calma. Roupas típicas de Veneza, dia de frio, pessoas nas ruas, uma cidade bem monumental com os condutores dos barcos de pequeno porte, crianças, animais, adultos, idosos. Como todas as imagens de Tinoco, é fantasiosa, confunde a mente, por não ter uma data da imagem.
________________________________________________________________________________________________________________________________________

Análise: Gabrielly Ribeiro,       19

Rosa-e-Azul - As Meninas - Alice e Elisabeth Cahen dAnvers - 119x74cm-1881

Dados da obra

Título: Rosa e Azul (As Meninas Cahen d´Anvers)

Artista: Pierre-Auguste Renoir

Data: 1881

Técnica: Óleo sobre tela

Dimensão: 119 x 74 cm

Gênero: Arte Francesa

Local: Museu de Arte de São Paulo Assis Chateaubriand – MASP    

Análise Objetiva

A pintura é de duas garotinhas ao que mostra de idades distintas, pintado por Pierre-Auguste Renoir na França. Foi usada a técnica de óleo sobre tela. Renoir retratou as duas filhas do banqueiro Louis Raphael Cahen d’Anvers, mas a família do banqueiro não gostou do resultado e o quadro ficou esquecido, escondido em um lugar qualquer obscuro da casa e só muitos anos depois foi redescoberto. O quadro apresenta uma mistura de técnicas que marca muito o trabalho de Renoir. Hoje a obra está exposta no Museu de Arte de são Paulo Assis Chateaubriand, e já angariou a simpatia dos visitantes do museu, tornando-se uma das mais populares e apreciadas obras e uma fonte de inspiração para outros pintores e para o público.

Análise Subjetiva

O quadro me chamou muita atenção, principalmente pela beleza e delicadeza das duas meninas. Ambas parecem representar lados opostos, mas ao mesmo tempo iguais. O que me deixou realmente impressionada é que se percebe muito bem a profundidade do olhar e da ternura delas, apesar da morena estar com os olhos cheios de lágrima, parecendo cansada de tanto posar para a pintura, a loira parece gostar e posa com bastante soberba. O artista pareceu querer captar os sentimentos das duas meninas e transmitir através da obra.
________________________________________________________________________________________________________________________________________

Análise: Giulia Potenza,    20

1388704_425809084187789_632465211_n

Dados da Obra

Não possui título

Artista: Leon Ferrari

Data: 1990

Técnica: Pastel e verniz acrítico sobre poliuretano de alto impacto

 
Esta obra foi uma das que mais se destacaram em minha opinião, pois o artista não pintou esta tela para ser compreendido, ele desejou mostrar o aspecto de uma determinada cena, de um certo sentimento. Várias assinaturas representam que Leon queria se tornar alguém importante, foi um momento em que o pintor estava precisando transmitir seus sentimentos, não para alguém entender, mas para ele poder demonstrar o que estava sentindo no momento.

É uma obra diferenciada, raramente se veem obras deste tipo. Apresenta um certo mistério, quanto a sua definição. O imaginário é tão fonte de inspiração quanto a natureza ou a paisagem urbana para Leon Ferrari.

________________________________________________________________________________________________________________________________________

Análise: Matheus Oliveira,    31

5e17b4e24d791f3980293fbdf5c302dc

Dados da Obra

 

Título: Diorama Rio

Artista: Marcelo Tinoco

Data: 1967

Técnica: Jato de tinta em papel de algodão

Primeiramente, o que mais me chamou a atenção na obra, foi uma garotinha em meio a várias espécies de animais em extinção, o conjunto de cores vibrantes e chamativas, e o foco em cada detalhe.
________________________________________________________________________________________________________________________________________

Análise: Rogério Matheus,   38

240-Cachoeira-Paulo-Afonso,

Dados da Obra

                       

Título: A Cachoeira

Artista: Paulo Afonso

 

Ainda que esta pintura mostre a cachoeira de Paulo Afonso, esta e antes o pretexto para Schute explorador importante de temas românticos: o sublime da natureza, que ganha forma em paisagens grandiosas onde a figuras humanas aparecem diminutas, essa diferença entre escala é importante porque o sublime e o arrebata, eleva o espirito, no contato com o extraordinário da natureza. Daí a imensidão da paisagem, abissal para os viajantes dessa tela (de costas para o espectador como pede a convenção), que perscrutam vales rochosos intermináveis recortados por poderosas quedas d’aguas. A contemplação desses cumes montanhosos aparece na literatura antiga associada à elevação topográfica com a apreensão do divino. Quanto à interpretação Romântica desse fenômeno ela pode ser lida na carta de Carl G. Carus… “Quais os sentimentos que se apoderam de você, quando no cume das montanhas, lá de cima comtempla a cadeia de colinas, o curso dos rios e o espetáculo glorioso que se abre a sua frente”? Você se recolhe ao silêncio perdendo-se na infinidade do espaço. Sente a calma límpida e a pureza que invadem seu ser. Você se esquece de si próprio você não é nada.
________________________________________________________________________________________________________________________________________

Análise: Sheila Magalhães,     40

images

Dados da Obra

 

Título: Nu Deitado

Artista: August Zamoyski 

Data: 1932

Técnica: Pedra de Landernau

Escolhi esta escultura “Nu Deitado” porque foi uma das que mais me chamou atenção através dos traços e as técnicas que o autor August Zamoyski utilizou. O que chama atenção também na obra é a expressão na face da escultura e a textura.
________________________________________________________________________________________________________________________________________

Análise: Walewska Silva,     44

0519 P 2008 Masp_0080Dados da Obra

Título: “O Lavrador de Café”

Autor: Cândido Portinari

Data: 1939

Técnica: Óleo sobre tela

Dimensão: 100 x 80 cm

Gênero: Arte Brasileira

Local: Museu MASP, São Paulo, Brasil.


Análise Objetiva

O Lavrador de Café”, pintura que mede 1 metro por 80 centímetros e retrata um trabalhador negro em uma fazenda de café do início do século 20, está entre as obras mais conhecidas do artista e é importante representação desse interesse de Portinari pela temática nacional. Tendo sua técnica de pintura óleo sobre tela.

Há uma discrepância na datação de O Lavrador de Café, de Candido Portinari (1903-1962): segundo a ficha técnica do Masp, ela é de 1939, enquanto no site do Projeto Portinari, que tem à frente o professor João Candido Portinari, filho do artista, a obra seria de 1934. A temática social foi uma das mais recorrentes em Portinari. Só sobre o café, o pintor realizou 56 obras, de acordo com o Projeto Portinari.

Análise Subjetiva

“O ” Lavrador de Café”, pintura que mede 1 metro por 80 centímetros  retrata um trabalhador negro em uma fazenda de café. No quadro O  Lavrador de  Café,  o modelo   aparece  bem  mais    musculoso   do  que   o  normal .  A figura   deformada com pés e mãos enormes  é  o  que aproxima  do  Pintor   Portinari   ao   expressionismo. Aumentar o  tamanho  do corpo  de seus personagens  era  o  jeito  que o artista usava para mostrar a  importância do trabalhador  brasileiro. Pode-se mesmo comparar o tamanho das mãos e dos pés com o tamanho da cabeça. O pintor nos mostra a forte atuação do trabalhador rural na lavoura do café. O olhar do lavrador é expressivo e nele predomina a preocupação. Tem-se a impressão de que ele sente a ação devastadora da exploraçãoque o homem faz na natureza.

                                      

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s